top of page

A vontade de fazer tem que ser maior que o medo de errar

Atualizado: 28 de dez. de 2020

Não aprendemos só com os erros, aprendemos fazendo, mas se tiver que errar para aprender é melhor que a inércia.

“A repetição é a mãe da perfeição”.

Oscar Schmidt, um dos maiores atletas brasileiro, quando jogava basquete tinha o apelido de “Mão Santa”. Ele sempre retrucava: “Não sou Mão Santa, sou Mão Treinada”.


Para Schmidt, os acertos vinham com uma carga exaustiva de treino e força de vontade. A prática leva à perfeição, mesmo depois das atividades diárias com o time, ele continuava treinando cerca de mil arremessos e só terminava uma série quando acertava 20 “chutes” de três consecutivos.

“Quem não sabe onde quer chegar, qualquer lugar serve”.

Aponte a direção, trabalhe para chegar lá e aproveite o caminho. Tão importante quanto a chegada é a jornada percorrida.


Acompanhe nosso canal no YouTube


Baixe agora o e-Book:

NÃO HÁ NADA DE ERRADO SE VOCÊ NÃO QUER FALAR EM PÚBLICO

Grátis por tempo limitado!


Comments


bottom of page